Estatísticas sobre a cidadania: cuidado!

ATENÇÃO: ESTATÍSTICAS SOBRE CIDADANIA ITALIANA NA IMPRENSA

Circulam periodicamente números de estrangeiros que se tornaram italianos com o ranking por nacionalidade.

Neste ranking, os brasileiros que obtiveram a cidadania italiana em 2016 teriam sido 5.799 e assim seriam a oitava nacionalidade na classificação.

E afinal, qual é o problema com esses números?

Infelizmente a imprensa em geral não sabe diferenciar RECONHECIMENTO de cidadania italiana de CONCESSÃO de cidadania italiana.

Essas estatísticas SEMPRE se referem APENAS às concessões de cidadania, ou seja, aos pedidos de naturalização que chegaram ao fim com êxito positivo.

Portanto, esses números NUNCA se referem ao reconhecimento da cidadania iure sanguinis, seja de pedidos feitos pelos consulados, seja de pedidos feitos num município italiano. Também não se incluem aí as cidadanias iure sanguinis reconhecidas judicialmente.

Mesmo sendo difícil de acreditar, não há estatísticas oficiais sobre os RECONHECIMENTOS de cidadania por direito de sangue.

Quem tem sangue italiano não “se torna” italiano, mas NASCE ITALIANO.

Gostou? Deixe seu comentário: