Depoimentos

O que falam de Taddone

Só tenho agradecimentos ao Taddone por compartilhar seus conhecimentos com tantas pessoas. Super inteligente e prestativo, um grande representante da comunidade ítalo-brasileira.
Gabriel Bassani
Ainda não conheci alguém com tamanha inteligência para guardar tantos dados em só um cérebro! Um ser humano sublime, sempre disposto a ajudar as pessoas e passar a diante seu total conhecimento sobre o que está falando. Com Taddone nunca haverá um talvez... ele tenta sempre achar a solução pra qualquer problema. Meu muito obrigado por fazer tudo isso para as pessoas e ainda conseguir manter a humildade e honestidade, sou sua fã número um!
Rebeca Fetucia
O atual Presidente do COMITES/NE Daniel Taddone é conhecedor das reivindicações mais prementes dos italianos que residem no Brasil, assim como, também, conhece os anseios daqueles que moram em toda a América do Sul. Teremos a chance nas próximas eleições de ter um homem honesto e determinado para fazer valer as leis italianas e melhorar os serviços consulares da nossa circunscrição.
Marcelo Piola
Sempre nos apoiando com nossas dúvidas, pessoa acessível, que luta diariamente em prol da nossa causa. Este sim me representa!
Vania Fontanive Boaroto
O Daniel Taddone possui vasto conhecimento sobre cidadania italiana, História e tudo o que diz respeito a Brasil/Itália. Está sempre ajudando a todos com seus esclarecimentos.
Vanessa Trevizani
Daniel Taddone é referência no quesito cidadania italiana. Está sempre disposto a ajudar e esclarecer quaisquer dúvidas pertinentes a este assunto e, realmente, luta pelo direitos dos ítalo-brasileiros com transparência.
Flávia Capistrano Moreira Povoleri
Além de preparado, sempre se mostrou um verdadeiro representante dos italianos, reconhecidos ou não! O maior expoente de esperança em nossa verdadeira representação!
Daniel Gustavo Primo
O Daniel Taddone além de ser um grande conhecedor de temas ligados à genealogia e à cidadania italiana, luta diariamente pelos direitos dos descendentes de italianos no Brasil, sempre ajudando de modo sincero àqueles que buscam o resgate de suas origens. Pessoalmente não conheço ninguém que tenha mais condições de falar pelos milhões de ítalo-brasileiros.
Nadini Vacari
Além de ser um grande especialista é uma pessoa dedicada em ajudar a todos. Conheço o trabalho voluntário do Daniel Taddone desde 2005 e sempre me surpreendi com seu conhecimento e disponibilidade.
Mauricio Gonçalves
Embora já tenha a minha cidadania italiana reconhecida, algumas vezes precisei da ajuda do Daniel Taddone. Sempre educado e prestativo, me atendeu prontamente e esclareceu todas as dúvidas que eu tinha. No meio de tantos que se aproveitam do desespero e despreparo das pessoas que buscam o reconhecimento da cidadania italiana, Taddone é definitivamente o oposto. Só tenho a agradecer a ele.
Thais Cappellano, São Roque-SP
O que dizer sobre Daniel Taddone? Uma pessoa boa, sempre disposto a ajudar quem precisa saber um pouco mais sobre cidadania italiana. Certa vez pedi informações a respeito de Porto Alegre, para mandar para uma prima minha. Ele mais do que depressa se disponibilizou nos ajudar. O Daniel é uma daquelas pessoas que gostaria de ter como amigo.
Nenê Bastia
Daniel Taddone dedica muito do seu tempo na internet ajudando a todos que precisam, sempre fornecendo informações úteis e tirando dúvidas sobre os procedimentos para reconhecimento da cidadania italiana. Seu conhecimento é profundo sobre diversos assuntos e sua dedicação também. As palestras sobre esse tema, nas diversas cidades do Brasil, é uma iniciativa brilhante, pois são gratuitas e muito esclarecedoras! Um grande homem para nós, italo-brasiliani!
Lilian Inacio
Iniciar o processo de reconhecimento da cidadania italiana foi doloroso e me rendeu vários aborrecimentos. Só a busca por documentos consumiu quatro anos.  “Você quer mudar a lei?” Jamais esqueci essa frase dita por uma funcionária do Consulado da Itália, em Recife. Eu não conseguia entender como minha avó que teve oito filhos, poderia transmitir sua cidadania para sete deles apenas, menos para o primogênito, meu pai, que nascera no ano de 1947, quando as mulheres ainda não possuíam esse direito. Isso mudou em 1948, mas não de forma retroativa, o que o impedia de ser reconhecido cidadão italiano. Eu não era bem tratada, nem bem vista todas as vezes que ia ao Consulado de Recife em busca de informações. Parecia que eu pedia um grande favor.  Sai de lá decidida a buscar uma solução por conta própria. Após contratar um advogado brasileiro, descobri que precisava (naquela época) validar os documentos no Consulado antes de enviá-los. Mas pela primeira vez a minha consulta no Consulado foi diferente: em 2011, fui atendida pelo Daniel Taddone que me orientou a buscar um advogado na Itália. Jamais esperei uma atitude dessa vinda de um funcionário consular: dizer-me para não desistir. Tive um sopro de ânimo ao receber essa orientação, mesmo ele estando atrás do balcão, dizia ele que não cabia ao Consulado questionar, que não deveria ocorrer o bloqueio e lentidão dos processos de reconhecimento, pois se tratava de direitos legítimos. Ele também ponderou que uma vez sendo cidadão italiano, passaria a ter direitos e deveres: ”faça o favor de se informar sobre a Itália, de votar, manter seus dados cadastrais atualizados (AIRE). Você terá responsabilidades. É nisso que o Consulado deveria ser bem mais rigoroso.” Minha cidadania italiana via materna foi reconhecida em 2014. Agora, sendo oficialmente uma italiana residente no exterior, não me sinto representada: quando precisei, onde estavam os parlamentares eleitos para falar em nome dos descendentes que moram no estrangeiro? Recentemente descobri o site do Daniel Taddone, li seus artigos, assisti aos vídeos e não havia nada ali que eu já não tivesse escutado dele: as mesmas orientações, mesma linha de raciocínio, a mesma disposição em ajudar e orientar. Taddone, tens não só meu voto, mas minha confiança e gratidão. Talvez um dia eu possa me ver sendo representada um parlamentar italiano e esse dia será quando você for um deles.
Belisa Biondi, Recife-PE
Um sonho antigo retornou após quase duas décadas de espera. Por ocasião de um documento que veio parar nas mãos por acaso, dei início a árdua pesquisa da documentação tanto brasileira, quanto italiana, da minha família. Iniciei do zero, não tinha conhecimento, experiência, nada... Mas uma luz brilhou mais forte. No Facebook, encontrei diversas pessoas a ajudar, mas uma em especial. Fiz-lhe diversas perguntas, tanto de história, de tradução, de geopolítica, quanto de trâmite burocrático a respeito da estrutura e laços que envolvem o Brasil e a Itália desde a  metade do Século XIX até os dias atuais. Com amizade, sempre as respostas vieram certeiras. Do lado de cá, muita alegria e até choro de emoção por várias descobertas sobre a vida de meus heróis antepassados. A vida inicial, a vinda e o desenvolvimento aqui, tudo com muitos desafios diários e todos vencidos. Enfim, uma das pessoas que traduziu essa garra e força com maestria foi o Daniel Taddone. Para ele, sinto que ajudar ao próximo está incutido no seu estilo de vida; para mim, um nome que permanecerá no coração e no registro da história da minha família. Obrigado, amigo, sem sua ajuda creio que essa caminhada teria sido mais árdua. Hoje, minha documentação está completa, e no peito uma vibração a mais em cada batida. É muito bom tê-lo por perto e como intérprete não só da língua, mas da cultura e todo sentimento envolvido no “Brasil-Itália” ao longo desses quase dois séculos. Lunga vita, salute e pace!
Derlan Furlan, Sorocaba-SP
Quando comecei a pesquisar sobre meu bisavô italiano, tinha apenas a certidão de óbito onde constava a cidade de nascimento como Bataglia (província de Padova). Daniel Taddone se apresentou a mim e rapidamente, pelo sobrenome do meu bisavô, disse que a chance do comune ser na província de Salerno era de 80%. Comune Casaleto Spartano, na província de Salerno. Contratei uma assessoria que localizou a certidão de nascimento. Estou na fase da tradução e apostilamento. Meu caso é via materna, isto é, via judicial. Mas acompanho todas as publicações e vídeos de Daniel Taddone. Ajuda muito. Esclarece muitas dúvidas. Ele tem o meu apoio. Ainda não reconheci acidadania italiana, mas o apoio!
Sandra Cristina Costa da Silva
background

Dúvidas? Fale comigo!

Mande-me uma mensagem pelo site, pelo email, ou se preferir, fale comigo direto pelo WhatsApp.

(11) 97300-6665